quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

NoSurrender Band faz show com clássicos de rock, blues e country


Em Brasília há 25 anos, Rick Harder, norte-americano da cidade de San Antonio, no Texas, é um admirador incurável da capital brasileira – berço de grandes bandas de rock e, ainda hoje, solo fértil para música de qualidade. Não à toa, Brasília foi a inspiração para o surgimento da NoSurrender Band, em 2012, quando Rick decidiu que era hora de dar vida a um projeto musical diferenciado, que reunisse clássicos de rock, blues e country rock.

Desde então, alguns integrantes saíram, outros entraram, mas a essência do grupo, enraizada no classic rock, não. E essa é a pegada que a NoSurrender levará para o show deste sábado (3/3), das 20h30 às 23h30, no Figueira da Villa, na Vila Planalto. A banda se apresentará com a seguinte formação: Rick Harder (voz, violão e gaita), Vladimir (baixo), Ricardo Bap (guitarra), Morenna (voz), Rodrigo Martins (bateria) e Jaime Mano (sax, teclado e gaita). O couvert custará R$ 15,00.

O repertório promete fazer brilhar os olhos dos brasilienses que não dispensam a soma entre uma voz rasgada, uma bateria frenética, o groove pesado do baixo e um solo de guitarra de arrepiar. No setlist, estarão faixas autorais, além de canções que transcendem o tempo, como Your Time Is Gonna Come (Led Zeppelin), You Shook Me All Night Long (AC/DC), Knockin' On Heaven's Door (Bob Dylan), Don't Let Me Down (The Beatles), Little Wing (Jimi Hendrix), Honky Tonk Woman (The Rolling Stones), Rock Me Baby (B.B. King), Wish You Were Here (Pink Floyd) e I Don't Wanna Talk About It (Rod Stewart).

Em favor da música ao vivo em Brasília 

Rick Harder veio para o Brasil em 1980 e passou por cidades como Porto Alegre e São Paulo até encontrar seu porto seguro em Brasília. Foi das amizades de longa data com músicos da capital que surgiu a primeira formação da NoSurrender Band, em 2012. Tendo como referência ídolos como The Rolling Stones, Lynyrd Skynyrd, Beatles, Jimi Hendrix, Rod Stewart e Led Zeppelin, a banda lançou, no ano seguinte, seu primeiro álbum, Wild Wind, com 13 músicas.

Atualmente, o grupo realiza, em média, de sete a oito apresentações por mês, especialmente em casas de show e pubs, além de eventos particulares esporádicos, como casamentos e aniversários. A boa notícia é que a banda se prepara para lançar seu quarto CD, previsto para julho deste ano. Além disso, tem recebido convites para tocar em outros estados, a exemplo de Goiás e Minas Gerais. A meta, segundo Rick – que, eventualmente, realiza shows com outras bandas em países como Estados Unidos e Argentina –, é viajar cada vez mais com a NoSurrender.

Sobre o cenário musical brasiliense, o vocalista é só elogios. “Nunca foi difícil encontrar músicos para minha banda aqui, sempre há excelentes profissionais para dividir os palcos. Fico muito agradecido por estabelecimentos como o Figueira, que deixam as bandas tocarem. Muitos não deixam, por causa da Lei do Silêncio. E aí já são milhares de bares que fecharam as portas devido a multas impossíveis de pagar. Nossa maior alegria é encontrar lugares para fazer shows e poder levar música e diversão às pessoas”, afirma Rick Harder.

NoSurrender no Figueira da Villa
Neste sábado (3/3), das 20h30 às 23h30. Show com clássicos de rock, blues e country rock. Couvert: R$ 15,00. Classificação indicativa: livre.
Acampamento DFL, Rua 01, Lote 2 - Vila Planalto; Reservas: (61) 3081-0541.Funcionamento da casa: de segunda a sábado, das 12h à 0h. Domingo, das 12h às 17

Fonte: Assessoria Naiobe Quelem

Rock DF

No ar desde 2007! É rock, é música é cultura!

Edição

Espaço em edição

Edição

Espaço em edição